SWIZ até o fluxo é simples


O que torna o SWIZ tão simples assim?

Observe o fluxo abaixo.

swiz.jpg

Agora observe este fluxo do Cairngorm.

Bem, vamos começar quebrando o gelo, com um nome desses, Cairngorm já da para imaginar que já não é tão simples trabalhar com ele.

Mas não vem ao caso, o que quero deixar aqui, é que o Swiz é simples e direto, o controle que temos que fazer é algo bem natural, sem muita enrrolação. E o melhor de tudo, não existe nenhum arquivo XML para configurar, como a maioria dos frameworks existentes para Java.

Como o Sönke Rohde diz, “Swiz Framework – Brutally Simple”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s